qa4
Ambientación
Historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro,
1
2
3
4
5
6

[FP] Tate S. Langdon

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Tate S. Langdon


Demon.


Shadows settle on the place that you left. Our minds are troubled by the emptiness Destroy the middle it's a waste of time From the perfect start to the finish line

Nome completo: Tate S. Langdon.

Raça: Demônio.

Idade: 1325.

Progenitores: Simon e Elizabeth Langdon.

Local de nascimento: Bulgária, Europa.

Características Físicas: Em qualquer época da sua vida, a característica mais marcante de Tate era seu cabelo loiro, um pouco comprido que quase alcançava seus olhos, retratando o rosto quadrado e pálido, constratando os bonitos olhos castanho escuro que ele possuía. O corpo em forma e esbelto, tal como um princípe deve ser.

Características Psicológicas: Como um bom psicopata, Tate possui um charme sem igual, capaz de deslumbrar qualquer um, apesar de sua mente perturbada. Não tem escrupúlos quando se trata de assassinato ou ferir pessoas. É frio e cruel, mas também pode ser uma pessoa doce quando assim deseja.

História: Sentou-se em seu trono com um sorriso frio no rosto, observando os rostos apreensivos dos seus servos. Em breve tudo aquilo seria seu, assim como todo o reino. Para que ele pudesse fazer o que quiser.
Só tinha um empecilho.
Mas para isso já estava tudo planejado. Afinal, não seria o primeiro assassinato que cometeria, muito menos o último, ele tinha certeza disso. Em questão de dias o assassinato estava planejado.
Era noite quando Tate saiu sorrateiramente do seu quarto e rumou até os aposentos de seu pai. Sabia que devido a vinda de seu avó para a Bulgária, sua mãe estava na cozinha, ditando para as cozinheiras tudo o que deveria ser feito nesta semana.
Ao chegar nas portas do grande aposento real, bateu na porta e lançou um olhar de desprezo aos dois guardas, um em cada lado da porta. Não tardou para Simon abrir a porta e sorrir para seu único filho e herdeiro.
— Há algum problema, Tate? — perguntou.
— Hum, sim… Podemos conversar, pai?
Simon deu espaço para que o filho entrasse e fechou a porta atrás de si. Tate caminhou até o centro do aposento e ficou de costas para o pai, sua mão tocando levemente a adaga que continha na bainha.
Inesperadamente, os ombros de Tate começaram a tremer quase ao mesmo tempo em que lágrimas escorriam por seu rosto, mesmo ele não se sentindo mal ou triste com o pecado que cometia.
O pai se aproximou dele e tocou delicadamente seu ombro. Tate levantou a cabeça e empunhou a adaga. Virou-se para Simon tão rapidamente que ele nem pôde se esquivar. A faca penetrou as vestes do rei, seu rosto em uma expressão petrificada de choque.
Os soldados entraram no quarto no exato momento em que Tate esfaqueava o pai, repetidamente. Fora preciso três deles para retirar Tate de cima do pai e mais dois deles para contê-lo.
Ele foi retirado do quarto e lavado as masmorras, com a rainha atrás dele, chorando copiosamente.
— O que faremos com o princípe, senhora? — um soldado perguntou, dois dias após o ocorrido.
— O matem. — respondeu Elizabeth, sem hesitar — Meu filho não é aquele menino, meu filho se foi a muito tempo.
E Tate foi morto no mesmo dia.
———
Era torturante, não havia outra palavra para descrever o Inferno. Tate não tinha noção de quantas vezes fora torturado desde que chegara ali, não sabia nem explicar como chegara naquele lugar. Naquele lugar, nem o tempo passava do mesmo jeito. Quatro anos poderiam ser quarente e ele nem saberia dizer.
Até o dia em que ela veio até ele. Quem era, ou melhor, o que era, era outro mistério, mas a deslumbrante morena lhe ofereceu a saída do lugar e ele aceitou prontamente. Em troca, ele exigiu um favor, uma morte.
O que para ele não fora difícil de arranjar. Cinco dias depois, Tate cumpriu. E agora ele estava livre.
———
Tate observou de relance a loira escultural que adentrou no bar em que estava. Ela seria uma ótima vitíma. Teve mais certeza disso quando ela se sentou ao seu lado, com um bonito vestido vermelho que ia até seus joelhos. Ela sorriu para ele.
— Olá, Tate. — disse, com a voz tão delicada quanto um anjo.
Ele arqueou uma sobrancelha.
— Como sabe meu nome?
— Eu fui mandada aqui para te buscar.
— Buscar? — perguntou.
— Sim. Você foi aceito no Norfoy Academy. E será um prazer tê-lo na escola.

Esse é meu post de número {00}. O tempo está {chuvoso}, e estou usando {isso}, estou falando com {alguém/sozinha}. Estou postando {lugar}.


[/b]copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

Mensagem por Tate S. Langdon em Sab Jun 21, 2014 8:23 pm

avatar
Demônios
Demônios

Mensagens : 18
Data de inscrição : 21/06/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Tate S. Langdon

APROVADO


It's what you do to me

Mensagem por Cassie Hudsson em Sab Jun 21, 2014 8:35 pm

avatar
Corpo Docente.
Corpo Docente.

Mensagens : 28
Data de inscrição : 12/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum