qa4
Ambientación
Historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro, historia del foro,
1
2
3
4
5
6

Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker

.

Mensagem por Jessica Van Houten em Qui Abr 17, 2014 2:27 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



Dia entediante naquela maldita escola na qual Mia era diretora, aquele alunos insignificantes que procuravam por proteção me dava nos nervos, porém não poderia sair matando os alunos do colégio, minha esposa poderia não ter uma boa reação com tal ato. Caminhava pelas ruas de Inglaterra, sem rumo, sem nada pra fazer torcendo pra bater de frente com um caçador e arrancar sua cabeça com os dentes, precisava de algo assim.
Suspirei, enquanto arqueava uma sobrancelha, ouvindo passos, não era passos velozes como os de um vampiro mas eram rápidos, e estava a alguns quilômetros de mim, eu tenha certeza que era um lobo, um lobisomem na verdade, se fosse precisava verificar, essa seria a chance de finalmente criar híbridos. Será que finalmente eles resolveram aparecer? Ou era só uma criança perdida? Me movimentei em uma velocidade incrível, com certeza o alcançaria. Em alguns segundos adentrei uma floresta, tentando ser o mais sútil possível. Mas notei que ele havia percebido minha presença, parecia ter controle sobre si, isso era ótimo, ouvi ela perguntar quem estava presente ali, como se eu fosse responder não é? Apareci alguns metros, me mostrando para o lobisomem, seus olhos brilhavam em um amarelo profundo, parecido com os meus, que brilhavam numa cor mais escura, puxando para o vermelho. A escuridão não permitiu ver meu lobo, porém notei os cabelos longo do lobo serem levados pela brisa que passava pela floresta, observei seu corpo, e então percebi que era uma garota. Sorri, aquilo seria interessante.
Sumi da sua frente no momento em que ela piscou os olhos, a garota estava preocupada, me procurando, me recompus atrás da moça, parecia ser jovem e bonita, não conseguia ver perfeitamente os detalhes, agarrei seu ombro com uma das mãos e a joguei pra trás, fazendo a mesma colidir com uma árvore, então desapareci novamente, me escondendo, deixando minha voz no ar:
- Quem eu sou não importa agora...Quero te oferecer uma coisa jovem lobo...-
Um riso irônico escapou pelos meus lábios, acho que ela havia ouvido, e parecia ser orgulhosa, seu coração estava acelerado, sua raiva estava crescendo.


Mensagem por Aaron L. Walker em Qui Abr 17, 2014 3:50 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


AND SATISFACTION FEELS LIKE A DISTANT MEMORY



Quem quer que fosse, queria guerra.

Meu adversário havia sido rápido. Mal tive tempo de reagir até que eu me chocasse contra o tronco de uma árvore. Um gemido escapou da minha boca e senti que pelo menos uma costela tinha sido quebrada, e se não fosse pela auto-regeneração de lobisomens eu teria sérios problemas. Endireitei a coluna com o maxilar trincado para conter mais sons de dor enquanto dava passos à frente.

- Quem eu sou não importa agora...Quero te oferecer uma coisa jovem lobo...

Se quisesse me matar, era provável que já tivesse feito isso. Meu inconveniente visitante parecia ser só uma criatura mística dando uma de diva querendo exibir as habilidades. Azar o dele que eu também tinha truques na manga.

Conforme a transformação acontecia, eu sentia meu corpo tremer. Não precisava me ver no espelho para saber que eu tinha a face de um monstro, meus olhos brilhavam em amarelo e encarei as mãos para ver mãos grossas, peludas, enrugadas e com unhas afiadas. A forma licantropa era tão natural para mim quanto a humana.

- O que diabos você teria para me oferecer? - Rosnei para o nada, já que ele ainda estava escondido.

Eu podia sentir sua presença. Tinha um cheiro incomum e eu não poderia identificar sua espécie, mas deveria ser um bom lutador. Estava indo contra todas as regras impostas a mim pelo meu bando, só que meu orgulho falava alto demais. Na última vez que fugi de uma batalha, as coisas deram errado. Pelo menos dessa vez, eu ficaria.

- Pelo menos seja homem o suficiente para se mostrar!

Mensagem por Jessica Van Houten em Qui Abr 17, 2014 4:34 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



Sentado em um galho, no alto de uma árvore, observa a preocupação da moça, mesmo que não quisesse mostrar ela parecia estar com um pouco de medo. Ouvi suas palavras, fui obrigado a rir, suspirei balançando a cabeça, devia terminar aquilo logo, vamos transforma-la e sair pra caçar, afinal já estava ficando cedo, a gente tinha poucos horas até o sol nascer, e transforma-la a noite ser ia muito melhor. Pulei dá árvore caindo uns passos atrás dela, cruzei os braços e fiquei esperando que ela se virasse pra mim, bocejei.
Meus olhos se fixaram nos dela, acho que ela já sabia que eu poderia ser de sua espécie mas devia desconfiar de que eu não era apenas aquilo, apesar de ela parecer com raiva, suspirei ficando calmo, tentando mostrar que não estava ali pra lutar, afinal, nós dois sabíamos quem perderia. Arqueei uma sobrancelha, cerrei os dentes e então comecei a dizer:
- Quero lhe oferecer o dom de ser como eu...- Pausei, liberando outro suspiro - Quero lhe oferecer poder e deixa-la forte como já mais foi ou será um dia!
Não sei como minhas palavras soaram na cabeça da loba, mas esperava que ela concordasse, ou então eu a faria querendo ou não. Continuei olhando-a observando sua reação, parecia pensar na proposta.


Mensagem por Aaron L. Walker em Qui Abr 17, 2014 4:52 pm

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


AND SATISFACTION FEELS LIKE A DISTANT MEMORY



Tenho que admitir que o cara era bastante charmoso, mas até isso fazia com que eu não gostasse dele.

Ah, por favor! Se o Johnny Depp em pessoa viesse me espancar no meio do nada, você acha que eu iria beijar os pés dele e depois abrir minhas pernas? Por favor. Aprendi a não confiar nas pessoas em hipótese alguma, e não é porque um cara bonitinho se achando o fodão aparece que vou respeitá-lo. Além do mais, ele exalava arrogância como se ela fosse um perfume de marca. Parecia ser um egocêntrico narcisista que se acha melhor que todo mundo. Tudo bem, ele poderia ser mais forte que eu. Não era por isso que eu iria abaixar a cabeça e aceitar ordens de um tiozinho que aparecia me chamando de "jovem lobo" como se fosse um ancião.

Depois de um contato visual bastante desconfortável, meu inconveniente visitante suspirou como se eu fosse razão de tédio e começou a falar de um jeito quase pacífico, mostrando que não queria lutar. Ele disse coisas que não fizeram o menor sentido em minha cabeça, falando que me ofereceria o dom de ser mais forte do que nunca. Baboseira! Aquilo era papo de vampirinho antes de jantar algum humano inocente.

Fingi uma expressão pensativa, então sorri com descaso e falei:

- Desculpa, senhor, mas minha mãe me educou para não aceitar coisas de estranhos. - Vi que ele revirou os olhos com minha demonstração de senso de humor e continuei: - Honestamente, acha que eu tenho quantos anos? Dois? Não vou aceitar nada sem saber exatamente o que é. Ou quem você é.

Mensagem por Jessica Van Houten em Sex Abr 18, 2014 7:10 pm

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



Confesso que quase cochilei ouvindo as palavras da garota, algumas meio sem sentido, ou eu não havia entendido direito, fiquei pensando no que poderia fazer com ela depois de a transformar, ter uma companhia seria muito bom, afinal nenhum lobo gosta de ficar sozinho, as vezes é bom ter alguém pra cuidar, um companheiro pra matar. Mas essa moça, não parecia tão afim, depois que consegui enxergar seu rosto, percebi que parecia meio cansada, de onde quer que ela tenha vindo, devia ser longe. Me aproximei dela, devagar dando uma lenta volta sobre o corpo da moça, que estava imóvel, me observava apenas, suspirei de novo com tédio ainda:
- No momento o que precisa saber é que me chamo Aaron!-
Agarrei a garota pela sua blusa, apertando com um pouco de força seu ombro, ela mal teve tempo de reagir e já estávamos fora da floresta, em uma rua deserta da Inglaterra, a soltei e ela caiu no chão, revirei os olhos oferecendo ajuda pra se levantar, mas a mesma recusou balançando a cabeça, parecia um pouco nervosa comigo. Estava tudo mais claro devido a alguns postes de luzes ali na rua, assim ela poderia ver como eu realmente era e eu o mesmo.
- Acho que você tem idade suficiente pra ter notado que eu sou como você! Dei uma breve pausa, olhando pra os olhos amarelados dela - - Sei da sua família, o que aconteceu com ela e que quer se vingar. Queremos a mesma coisa...Porém você precisa ficar mais forte, de alguém que te ajude a controlar o que você é.
Virei de costas observando o final da rua, um dos poste piscando até se apagar. Bocejei voltando a olhar pra ela, parecia estar pensativa e curiosa, mas não mais com tanta raiva.
- Eu posso te dar poder o suficiente pra fazer o que quiser, sou quem pode te ensinar a ter controle...
Com os olhos meio caídos, por estar com um pouco de sono, fiquei encarando a garota, ela estampava orgulho em seu rosto, não parecia que ia ser fácil convence-la, mas essas foram as últimas palavras, caso recusasse, transformaria a garota em uma híbrida querendo ou não, e obrigaria a implorar por minha ajuda.


Mensagem por Aaron L. Walker em Qua Abr 23, 2014 5:40 pm

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


and satisfaction feels like a distant memory



Digamos que depois de ser agarrada pelo ombro e largada em uma rua vazia e escura de uma cidade who qualquer da Inglaterra, já estava desistindo de ser amigável com ele. Não que eu estivesse sendo amigável, claro. Mas o fato de não partir para cima e tentar matá-lo ali mesmo já provava que eu era bem racional.

Apesar da raiva inegável, havia algo em Aaron que chamava minha atenção. Ele havia dito ser como eu, o que era quase verdade, e eu queria saber o restante. Quando ele mencionou a minha família, uma fagulha se acendeu dentro de mim.

Eu não gostava quando falavam sobre a morte deles como se eu fosse uma garotinha idiota e tivessem pena de mim. Mas ele havia dito de um jeito diferente, aquele homem sabia que eu queria me vingar. Entre palavras misteriosas e sugestivas, ele dizia que poderia me dar algo que me faria mais forte, que me ajudaria a me controlar e então eu conseguiria alcançar meu objetivo: arrancar a cabeça de cada um dos caçadores que aniquilaram meus pais.

Não poderia negar isso. Poderia?

- Espera. - Digo para ele, que virou de costas depois de me fitar por um bom tempo com cara de tédio/sono/desgosto. Aaron olha para mim com as sobrancelhas erguidas e parecendo surpreso. Minha voz ainda carrega meu orgulho natural de não se deixar ser dominada, porque posso até ceder a uma oferta, mas não vou ceder a ser controlada e rebaixada. - Eu quero. Eu quero poder. Preciso me vingar.

As palavras parecem ser agradáveis aos ouvidos dele.

- Me diga o que irá fazer.



Mensagem por Jessica Van Houten em Sab Abr 26, 2014 5:18 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



A garota parecia muito confusa, em seu rosto podia ver que várias perguntas passavam por sua cabeça, chegou até ser um pouco engraçado. Estava ficando sem paciência, ela não me dava logo uma resposta, estava decidido partir pra cima da loba até ouvir sua voz tomar conta dali,ecoando por toda a rua:
- Espera!-
Parei, ficando imóvel, apenas a fitando com as sobrancelhas arqueadas, esperando por mais palavras, que vieram depois de alguns segundos, até que ouvi dizer que aceitava minha oferta, isso fez eu sorrir maliciosamente, olhando para a garota, comecei a andar até ela subindo as mangas de minha blusa pelo braço, parando mais ou menos perto do cotovelo:
- Me diga o que irá fazer.
Continuei sorrindo, enfim chegando bem perto, podia ver que ela estava um pouco nervosa, nada mais justo, eu havia falado da família dela e a garota nunca tinha me visto, então...
Fechei o sorriso, olhando no olhos amarelados da garota, enquanto os meus voltavam ao normal, porém com as pupilas se ditando:
- É só relaxar....Aqui, beba!
Disse numa voz suave, penetrando na cabeça da garota que me olhava fixamente, presas cresceram em minha boca então logo mordi meu pulso, levei a outra mão em sua nuca carinhosamente, não queria que se sentisse ameaçada, o quanto mais confortável ela ficar, melhor. Aproximei o local mordido de sua boca, empurrando lentamente seu cabeça.
- Apenas, beba!
Voltei a olhar fixamente em seus olhos novamente com a pupilas dilatadas, esperando que bebesse o sangue que escorria do meu braço.


Mensagem por Aaron L. Walker em Sab Abr 26, 2014 6:17 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


and satisfaction feels like a distant memory



O que Aaron tinha feito - e ainda estava fazendo - era algo que beirava o macabro e o antinatural. Seus olhos se dilataram de um jeito assustador, mais assustador do que quaisquer olhos de lobisomens que eu já tinha visto, e como se as coisas não pudessem ficar ainda mais estranhas, ele mordeu o próprio pulso e aproximou a ferida aberta da minha boca, por onde o sangue escorria.

Não posso dizer que nunca tinha matado antes. Às vezes eu simplesmente tinha uns surtos e atacava alguns animais que apareciam pela minha frente, mas nunca tinha chegado perto de um humano. Ainda assim, não bebi os sangues dos animais que matei. Preferia me alimentar apenas com comidas humanas, isso fazia com que eu me sentisse menos como uma aberração. Aaron não era humano, aquilo estava claro em seus olhos negros e no cheiro adocicado demais no líquido que corria por suas veias.

Mordi o lábio, sentindo os músculos de minhas costas se tensionarem conforme ele colocava uma de suas mãos atrás de minha nuca, como se deixasse a mensagem "se não for por bem, vai por mal". Ele continuava repetindo para que eu bebesse e a cada vez que eu escutava sua voz dizendo aquelas palavras, com mais vontade de não fazer eu ficava.

De qualquer forma, eu precisava tentar para saber.

Segurei seu braço com as duas mãos, e meus lábios provaram de seu sangue.

emy's note: acho que percebeu que eu fiz uma burrada e tive que apagar meu primeiro post, né? mas isso não importa.

Mensagem por Jessica Van Houten em Ter Abr 29, 2014 11:57 pm

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



Senti a boca da loba tocar meu pulso, bem em cima da ferida, também notando que ela bebia meu sangue, pelas caretas que fazia, era hilária, me controlei pra não rir dela e deixa-la, hum, constrangida, talvez.
Abaixei a cabeça, tirando meu braço de sua boca, a encarando com os lábios todo ensanguentados, escorrendo pelo pescoço dela, olhei para os lados revirando os olhos tirando um lenço do bolso, entregando a ela pra que se limpasse:
- Aqui!
Disse pra que pegasse, e ela pegou, aproximou o mesmo dos lábios, porém antes que encostasse no mesmo, apareci em suas costas tão rápido que ela não teve tempo de reagir quando coloquei as mãos em sua cabeça e fiz um movimento para os lados, ouvi um estralo e a garota morena caiu no chão.
- Agora é só esperar...
Me sentei ali na calçada, a tirando do meio da rua, deixando-a do meu lado, esperando.


Mensagem por Aaron L. Walker em Seg Maio 12, 2014 10:00 pm

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


and satisfaction feels like a distant memory



Digamos que sangue não era a melhor coisa que eu já tinha colocado na minha boca. Pelo contrário, eu fazia esforço para que o líquido denso descesse pela minha garganta em um bolo. Provavelmente eu fazia caretas com o esforço. Ainda assim, não dava para parar. Foi preciso que Aaron puxasse seu braço de volta. Talvez aquilo fosse para mim como salada é para os humanos: não estava gostando, mas tinha consciência de que precisava daquilo dentro do meu organismo.

Encarei Aaron, sentindo o sangue escorrer dos meus lábios e empapar o meu pescoço. Não disse nada, mas meu olhar deixava clara a pergunta: o que deveria ter acontecido? Eu me sentia diferente, mas não diferente no sentido "agora eu sou uma assassina poderosa e vou matar qualquer resquício de vida na minha frente". Aaron provavelmente entendeu de forma errada e me entregou um lenço. Me limpar era a última coisa com a qual eu estava preocupada, mas acabei aceitando mesmo assim.

Não deu tempo.

De repente, tudo ficou preto.

...

Talvez fosse um barulho mínimo ou um cheiro inebriante. O que quer que fosse, me fez abrir os olhos imediatamente.

Milésimos de segundos se passaram e senti que o peso de meu corpo e minha cabeça era pesado demais para que eu os agüentasse. Pisquei com força, tentando me livrar da tontura, até perceber que não era tontura. Todo o meu ser estava mudado, um veneno clamando por sangue corria por minhas veias. Imagens desconexas se passaram em um borrão em meu cérebro. Corpos jogados. Sem vida. Secos. Fome.

Morte.

Aaron ainda estava lá. O olhei com uma mistura de raiva e ansiedade. Não sabia o que estava acontecendo comigo, mas o incômodo doloroso e ácido em meu estômago fez com que eu soltasse a frase mais idiota do ano para se dizer naquele momento:

- Estou com fome.

Mensagem por Jessica Van Houten em Qua Maio 14, 2014 3:00 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



Bocejei com um pouco de sono, deveria ser comum um lobisomem demorar mais tempo a voltar como híbrido do que um humano como um simples vampiro. Pisquei lentamente olhando as horas no relógio no meu pulso direito, havia se passado meia hora e nada havia acontecido, peguei o lenço que ficou na mão da loba quando a apaguei e comecei a limpar o sangue que estava em meu braço tranquilamente. Caso ela não voltasse a vida, a unica coisa que poderia fazer era deixa-la ali e procurar outro lobo pra tentar de novo, quem sabe funcione.
Uma hora mais tarde, se passando ao todo uma hora e meia, a loba abria os olhos, parecia assutada e pelas suas expressões não parecia estar muito bem, acho que faz parte da transição, sentir um pouco de dores, algumas visões tensas, não me lembrava certamente como era, uma coisa tinha certeza, ela estava com fome.
- Dormiu bem?
Falei com um sorriso irônico no rosto, ela me encarou por uns instantes e logo voltou seu olhar pra o nada, parecia estar pensando o que aconteceria agora com ela, o que teria que fazer, pra sorte dela, eu estava lá. Ela me olhou de novo, já com uma expressão meio que de raiva mas de alguém com raiva que mal consegui sair do lugar, novamente sorri pra ela quando ouvi dizer que estava com fome, me levantei olhando a garota ainda no chão:
- Acho que eu já esperava por isso!
Então sumi da frente dela em um piscar de olhos num vulto, destruindo a porta de uma casa ali perto, então voltei para a frente da garota, agora segurando uma mulher que parecia ter uns 40 anos de idade, pelo pescoço com tanta força que a mesma nem conseguia gritar, estava em pânico:
- Mate-a!
A loba ainda estava no chão, também um pouco assustada, não era daquela pessoas que saía por ai matando inocentes, mal sabia ela como isso era divertido. Ela ficou apenas me encarando ainda no chão, a mulher tinha uma expressão de dor em sua face, Jessica não se mexeu, então decidi apelar, as presas em minha boca se destacaram quando a abri, mordi o pescoço da mulher e logo tirei os dentes do mesmo, deixando o sangue da moça escorrer, afim de atiçar a mais nova híbrida a se alimentar:
- Anda, o sol vai nascer temos que sair daqui!


Mensagem por Aaron L. Walker em Qua Maio 14, 2014 3:31 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


and satisfaction feels like a distant memory



Ele sumiu antes que eu pudesse abrir a boca outra vez.

Bufei. "Acho que eu já esperava por isso", fora o que ele dissera, mas quem era o previsível era ele. Eu não sabia o que eu era e tampouco sabia sobre Aaron, mas vê-lo desaparecer em um borrão, em uma velocidade maior que qualquer lobisomem que eu conhecia, principalmente depois de me fazer beber de seu sangue, cheguei a uma conclusão: vampiro. Ou algo parecido.

Parecia que uns cinco segundos haviam se passado quando ele reapareceu, segurando uma senhora gorda que deveria estar na casa dos quarenta anos. Ela já estava roxa e os dedos de Aaron apertavam seu pescoço com tamanha força que temi que ele fosse arrebentar a cabeça dela ali mesmo. Por um segundo encarei os olhos assustados da moça: em um silêncio desesperador, ela parecia implorar que eu a salvasse daquilo. Me senti perdida e confusa. Perdida, confusa e com uma baita fome. Deus, o que eu penso que estou fazendo? Não sou como os caçadores! Não mato gente inocente!

Aaron não pensava como eu. Vendo que eu estava relutante demais, ele mesmo arreganhou a boca e cravou as enormes presas no pescoço da moça. Ela caiu no chão, inerte, totalmente morta. Meu primeiro impulso seria levar as mãos à boca, mas precisava conter essas atitudes de garotinha que não ajudavam em nada. Além do mais, eu não conseguia fazer isso porque... Porque...

Uma poça de sangue já se formava ao redor do cadáver. O cheiro era tão bom.

- Anda, o sol vai nascer, temos que sair daqui!

O gênio não precisava ter falado isso. Eu já estava de joelhos no chão, sem me importar com a sujeira que ficaria em minhas calças - não que o resto estivesse muito melhor - e segurei a cabeça da moça para sugar o sangue pela ferida aberta por Aaron. Não conseguia parar. Era mais doce do que qualquer coisa que eu já tinha experimentado, mas não o suficiente para ser enjoativo. Na verdade, era a melhor coisa que eu já tinha provado, e sabia que poderia tranquilamente me alimentar apenas daquilo pelo resto da vida. Me contorci ao máximo tentando extorquir mais do líquido, até perceber que a única coisa que restava ali era carne seca, pele e ossos.

Meio emburrada, fiquei de pé e tentei limpar a boca com a costa da mão. Não adiantou muito. Eu parecia uma Maria Sangrenta com roupas estilosas.

Aaron fez um gesto como se quisesse que eu o seguisse, mas ergui o dedo indicador.

- Não vou a lugar nenhum até saber o quê exatamente eu sou. - Limpei a garganta, tentando achar as palavras certas. - E o quê iremos fazer agora.

Mensagem por Jessica Van Houten em Qua Maio 14, 2014 11:07 pm

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker


Little Werewolf
Its essence is the moon...or not!



Sorri ao vê-la sugando todo o sangue que havia no corpo da mulher, peguei meu lenço e com o isqueiro coloquei fogo no mesmo, assim o jogando sobre os restos de carne seca e ossos da mulher, um enorme clarão tomou conta dali, nascendo uma grande brasa que se foi em alguns segundos levando os restos mortais da moça.
Olhei para a garota e me virei prestes a sair dali, porém ela me veio com mais perguntas, fiquei imóvel onde estava revirando os olhos, me virei a olhando ainda com um pouco de sono:
- Você agora é uma Híbrida, como eu!
Cheguei perto dela, toquei seu rosto com a mão esquerda colocando uma pequena mecha de cabelo atrás de sua orelha:
- Somos a raça mais forte existente, e também uma das mais caçadas, temos que nos proteger...Você não seria ninguém se apenas me rejeitasse e vivesse sua vida sozinha como sempre fez!
Tirei a mão de seu rosto ao terminar de falar, suspirei. Sua aparência estava melhor, já não parecia estar tendo visões, eu acho, e por hora aquela mulher serviu pra que saciasse sua fome, segurei a mão da garota firme e sorri malicioso para a mesma:
- Consegue me acompanhar?!
E então, em um borrão começamos a correr, corríamos quilômetros em questão de segundos, tinha certeza que aquela sensação de poder era nova pra ela. e pela sua expressão parecia estar gostando.
O sol nascia, e por coincidência era o dia que começava as aulas de Norfoy, sim eu sabia, afinal era casado com a diretora de lá, certo?
Depois de corrermos por toda a cidade, sair da mesma, chegamos na escola, os portões ainda estavam abertos mas não havia mais ninguém entrando, todos já deviam ter chego:
- Você precisa ficar aqui, vou ajudar você com sua transformação e o controle da sede, mas por enquanto aqui é o melhor lugar pra você, lembre do que disse, tome cuidado, e se arrumar encrenca...Querendo ou não vai saber como me chamar...
Lhe mandei um sorriso, e então no momento em que a garota piscou, já não estava mais ali.


Mensagem por Aaron L. Walker em Sab Maio 17, 2014 10:24 am

avatar
Híbridos
Híbridos

Mensagens : 10
Data de inscrição : 08/04/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transformação • Jess Van Houten & Aaron Walker

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado



Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum